fbpx

Correção De Redação do ENEM — Entenda Quais São Os Critérios

Autor: Nenhum comentário Compartilhar:

A correção de redação da prova do ENEM ainda deixa muitas pessoas com dúvidas. Isso acontece justamente por ela ser criteriosa e possuir alto grau de exigência para a nota máxima.

Quer entender como é feita a correção da redação do Enem? Então leia o artigo completo a seguir. 

Como é feita a correção de redação do ENEM?

Todos os anos, o ENEM contrata mais de 4.000 corretores para realizar a correção de redação de sua prova. Eles são treinados com uma apostila, para que todos sigam exatamente os mesmo critérios. 

No ano de 2020, de forma inédita, a apostila de treinamento foi divulgada pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, juntamente às redações que obtiveram a nota máxima (1.000 pontos) no ano de 2019.

Com isso, foi possível ter mais clareza sobre como os textos são corrigidos. 

Para você que quer saber como fazer a correção de uma redação, confira a seguir todos os passos e considerações feitos pelos corretores em cada uma das fases:

Primeira avaliação

Ao todo, a correção é composta por cinco competências, as quais possuem atribuição de até 200 pontos cada. 

Uma única redação é avaliada primeiramente por dois corretores, de acordo com as cinco competências:

  1. domínio da norma padrão da língua portuguesa;
  2. compreensão da proposta de redação;
  3. seleção e organização das informações;
  4. demonstração de conhecimento de recursos coesivos  necessários para a argumentação do texto;
  5. elaboração de uma proposta de solução para os problemas abordados, respeitando os valores e considerando as diversidades socioculturais.

Se os corretores atribuírem pontos diferentes, a  nota final é calculada por meio de uma média aritmética da pontuação atribuída pelos dois corretores. Porém, se as pontuações forem iguais, só será preciso somar. Lembrando que a pontuação máxima de cada competência é de 200 pontos e que há cinco competências, a nota final máxima é de 1.000 pontos. 

No entanto, se houver uma diferença de pontuação entre competências maior que 80 pontos, será necessária outra etapa de correção. Por exemplo:

  • corretor A: seleção e organização das informações, 80 pontos; 
  • corretor B: seleção e organização das informações, 200 pontos.

Segunda avaliação

Nesse caso, um terceiro corretor deve ser responsável por atribuir uma pontuação aos critérios que estiverem discrepantes na avaliação dos corretores anteriores. 

Porém, se o terceiro corretor não for capaz de conciliar as duas atribuições anteriores, é necessária uma terceira avaliação — que você verá logo em sequência. 

Terceira avaliação

Para que seja tomada uma decisão final, a terceira e última etapa consiste na avaliação de uma banca de três professores, sendo ela presidida por um doutor. 

Então, a nota calculada pela banca passa a ser a pontuação final da redação, desconsiderando  as pontuações das avaliações anteriores. 

A terceira avaliação é feita também nos casos em que a redação recebeu a pontuação máxima (1.000 pontos). Isso acontece como forma de haver uma comprovação técnica de quea redação de fato contempla as cinco competências de forma total.

Como pedir revisão da nota da redação do Enem?

O edital do exame não prevê esse tipo de solicitação, então é preciso recorrer a meios jurídicos. Isso porque é direito de todo cidadão brasileiro recorrer à Lei de Acesso à Informação.

A ação judicial deve se destinar ao INEP (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira), responsável pela elaboração e aplicação da prova do ENEM. Porém, é recorrente que o instituto se negue a realizar a correção de redação novamente (justamente por seu processo extenso e detalhado), mas já houve casos em que o pedido foi aceito. 

Como fazer uma correção de redação parecida com a do ENEM?

Para realizar a correção da sua própria redação de forma parecida com a que é aplicada no ENEM, você deve levar em consideração que alguns procedimentos não serão cabíveis, visto que terá que ser uma correção individual. 

Dessa forma, você poderá auxiliar seus estudantes a adequarem seu modo de escrita a padrões estabelecidos. Para isso, você vai precisar:

  • atribuir competências que espera que o aluno compreenda e saiba como aplicá-la de forma escrita;
  • definir uma pontuação máxima, para que assim possa dividir de forma igual entre todas as competências estabelecidas;
  • certificar-se de que todas as correções sejam feitas utilizando o mesmo e único padrão que você mesmo definiu, para que seja um processo justo com todos os estudantes.

Agora que você já compreende como a correção de redação do ENEM funciona, saiba como esclarecer os mitos e verdades do ENEM aos seus alunos também sobre redação.

Post Anterior

Como a TRI pode auxiliar os alunos no Enem

Próximo Post

Redação Enem — Mitos e Verdades Sobre A Correção

Você pode gostar também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: