Resultados do Enem 2017: conheça o Mapa do SiSU!

Autor: Nenhum Comentário Compartilhar:

Segundo o INEP, às 11 horas (horário de Brasília) do dia 18 de janeiro, os participantes do Enem 2017 poderão conferir seus resultados por meio da página do participante.

Apesar de ser elaborado, a princípio, para avaliar a qualidade do ensino médio em todo o Brasil, o Enem adquiriu status de exame de seleção e tornou-se critério de entrada para diversas universidades do país.

Em 2017, cerca de 6,7 milhões de candidatos realizaram sua inscrição, sendo que a média de abstenções foi de 30%, considerando os dois dias de aplicação, que ocorreram em 5 e 12 de novembro.

O tempo de espera entre as provas e o resultado final é um período de bastante ansiedade para a maioria dos estudantes. Mesmo conferindo os gabaritos e verificando o número de acertos em cada área, os candidatos precisam esperar a divulgação oficial dos resultados, já que a nota é processada utilizando-se da Teoria de Resposta ao Item (TRI)

Com os resultados em mãos, resta a expectativa de poder descobrir, com as notas obtidas, que cursos e universidade seria possível ingressar, o que pode ser realizado pelo site do Sistema de Seleção Unificada (SiSU). No entanto, as inscrições só estarão disponíveis a partir do dia 23 de janeiro.

Para amenizar esse tempo de espera, a Evolucional, em parceria com o Guia do Estudante, criou o Mapa do SiSU, em que é possível, após o cadastro dos resultados em cada área, estimar, com base no SiSU de 2017, em que universidades e cursos os participantes teriam chances de serem aprovados. Além disso, à medida em que as notas de corte de 2018 forem divulgadas (entre os dias 30 de janeiro e 1º de fevereiro), na manhã seguinte, os usuários já terão acesso, dentro do Mapa, aos resultados deste ano!

Imagem Mapa do SiSU

Consulte agora mesmo o Mapa do SiSU e navegue pelas possibilidades de curso com base em seu desempenho no Enem! O acesso é totalmente gratuito.

Post Anterior

Data-Driven Education: a ação pedagógica baseada em dados

Próximo Post

O cirurgião, o oncologista e a educação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: