fbpx

O Que Estudar Para o Enem? Saiba Os Assuntos Mais Comuns Ao Longo Dos Anos

Autor: 1 comentário Compartilhar:
O Que Estudar Para o Enem Saiba Os Assuntos Mais Comuns Ao Longo Dos Anos

O Exame Nacional do Ensino Médio, conhecido como Enem, é uma prova desenvolvida pelo Inep, que acontece uma vez por ano e é dividida em dois dias. Por ser bastante extensa, saber o que estudar para o Enem é essencial.

Existem alguns conteúdos e temas que costumam ser recorrentes na prova, assim como outros que raramente caem no exame. Por isso, separamos os assuntos mais comuns ao longo dos anos, para que você possa concentrar seu foco nos estudos.

O que estudar para o Enem?

Primeiramente, é importante saber que a prova do Exame Nacional do Ensino Médio possui a seguinte composição:

  • redação – texto dissertativo-argumentativo de até 30 linhas sobre um tema que só é conhecido no dia da prova;
  • 45 questões da área de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias – com conteúdo das disciplinas de Língua Portuguesa, Literatura, Língua Estrangeira, Arte, Linguagem Corporal;
  • 45 questões da área de Ciências Humanas e suas Tecnologias – trata das disciplinas de História, Geografia, Filosofia e Sociologia;
  • 45 questões de Ciências da Natureza e suas Tecnologias – envolve conhecimentos sobre Química, Física e Biologia;
  • 45 questões de Matemática e suas Tecnologias – questões apenas de Matemática.

Em cada uma dessas áreas e disciplinas , existem assuntos que se mostraram recorrentes ao longo dos anos . Por isso, vamos te ajudar com uma lista de conteúdos mais incidentes em cada disciplina no Enem, baseada em uma pesquisa realizada pela Evolucional sobre os últimos cinco anos do exame:

 Redação

  • interpretação textual e os principais assuntos da atualidade.

 Língua Portuguesa

  • gêneros argumentativo-expositivos: características e condições de produção e circulação;
  • aspectos linguísticos e impactos das tecnologias da informação;
    modalidades e adequação da Língua;
  • o Brasil e suas variedades linguísticas.

Literatura

  • construção da poesia e do eu lírico, da prosa e do narrador;
  • pós-modernismo, concretismo e tendências contemporâneas: contexto e características;
  • figuras de Linguagem;
  • modernismo: contexto e características.

Língua Estrangeira: Espanhol e Inglês

  • análise linguística de um texto em Espanhol;
  • a língua espanhola no mundo;
  • estratégias de leitura de um texto em Espanhol;
  • estratégias de leitura de texto em inglês;
  • análise linguística de um texto em inglês;
  • a língua inglesa no mundo.

Linguagem Corporal e Arte

  • construção social das práticas corporais;
  • saúde e bem-estar;
  • arte moderna;
  • arte contemporâneas;
  • interrelação entre produções artísticas de diferentes culturas;
  • fotografia;
  • música brasileira.

 História

  • tráfico de escravizados e relações escravistas;
  • era Vargas;
  • república velha;
  • alta idade média;
  • abolição da escravatura.

Geografia

  • o mundo globalizado e sua regionalização: blocos econômicos e tratados;
  • a população mundial e sua atividade demográfica;
  • o desenvolvimento econômico da agricultura e suas formas de cultivo;
  • industrialização mundial: concentração, desconcentração industrial e os tigres asiáticos;
  • conceitos cartográficos.

Filosofia e Sociologia

  • ciência moderna;
  • racionalismo;
  • Sócrates;
  • o pensamento de Kant;
  • Schopenhauer e Nietzsche;
  • cidadania e democracia;
  • cultura;
  • introdução a sociologia: o indivíduo em sociedade;
  • regimes políticos e sistemas de governos;
  • globalização.

Química

  • pilhas e eletrólise;
  • polaridade;
  • reações orgânicas;
  • termoquímica: trocas de calor e energia;
  • cálculo estequiométrico.

Física

  • circuitos elétricos;
  • sistemas conservativos e dissipativos;
  • composições de ondas;
  • calorimetria;
  • propriedades da onda.

Biologia

  • ciclos biogeoquímicos;
  • problemas ambientais: acordos e tratados ambientais;
  • membrana celular e transporte;
  • técnicas da biologia;
  • organelas celulares.

Matemática

  • tratamento da informação: leitura e interpretação de gráficos e tabelas;
  • medidas de dispersão e de tendência central;
  • grandezas diretamente e inversamente proporcionais;
  • geometria da posição;
  • razão e proporção;
  • aritmética;
  • funções, equações e inequações do 1º grau.

É importante ressaltar que, diferente de outros vestibulares, o Enem é corrigido com uma metodologia específica chamada Teoria de Resposta ao Item (TRI). Esse conceito atribui maior pontuação a candidatos que acertam um maior número de questões fáceis.

Portanto, saber solucionar questões que sejam mais simples e que levem menos tempo para serem resolvidas, é uma estratégia essencial.

Gostou de saber o que estudar para o Enem? Confira mais dicas como essa no blog da Evolucional!

Post Anterior

Qual a Diferença Entre Gestão Pedagógica e Gestão Escolar?

Próximo Post

Como Estudar Para o Enem? Conheça as Principais Formas Para o Sucesso na Prova

Você pode gostar também

1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: